SCORPIONFLY: VOÇÊ NÃO PODE NEM IMAGINAR O QUE PODE FAZER ESTE BICHINHO


mosca-escorpiao

 

Não há dúvida que Mãe Natureza tenha uma imaginação ilimitada e possa criar seres e espetáculos maravilhosos, no sentido de que despertam maravilha, para melhor ou para pior. Acostumados como estamos com o que sabemos, pensamos que o mundo seja limitado ao que os nossos olhos vêem todos os dias e ficamos de boca aberta quando, ao contrário, nos deparamos com uma “criatura” estranha e incomum.

1) O SCORPIONFLY: A MOSCA-ESCORPIÃO QUE SE ALIMENTA TAMBÉM DE CADÁVERES

É um espécime de mosca exótica, muito antiga, quase pré-histórica, e atualmente muito rara. A sua área de difusão concentra-se principalmente ao longo da faixa tropical, embora algumas espécies estejam presentes também no hemisfério norte. Ela deve seu apelido ao fato bizarro que lembra vagamente um escorpião, por causa de uma cauda que lembra muito o ferrão venenoso mortal do perigoso aracnídeo. Esta mosca, no entanto, apesar do nome e da aparência do escorpião, é um inseto inofensivo para o homem, porque a bizarra protuberância não é nada mais que o órgão sexual masculino, tanto que é presente somente nos machos da espécie, e realiza uma dupla função durante o acasalamento: coloca o esperma dentro do corpo da fêmea e a mantêm bloqueada quando esta fica muito “agressiva” e tentar devorar o parceiro.

escorpiao

 
Os scorpionflies têm, no entanto, uma característica que, mesmo não sendo perigosa, não é muito agradável, embora, sem dúvida, possa ser útil em certos casos. Pertencem, de fato, à categoria de insetos que são usados na entomologia forense, ou seja a ciência que estuda a relação entre insetos e as amostras que são colhidas em um cadáver para determinar a data e a hora da sua morte.

Algumas espécies de moscas-escorpiões se alimentam, na prática, dos organismos mortos, incluindo os humanos, e põem os ovos dentro dos cadáveres. Os entomologistas forenses podem, em seguida, baseando-se na fase de desenvolvimento da larva, conhecer com precisão suficiente o momento da morte. Essas criaturas bizarras são moscas-escorpiões-detetives, portanto, talvez um pouco arrepiantes, mas também úteis e extraordinariamente originais.


 

agua-viva

 

2) A ÁGUA-VIVA ALIENÍGENA DESCOBERTA NA FOSSA DAS MARIANAS

Foi vista a 3700 metros de profundidade, em uma das áreas mais mistériosas do oceano, a Fossa das Marianas, do submarino operado remotamente Deep Discoverer e as fotos publicadas pela NOAA (National Oceanic and Atmospheric Administration) deixam sem fôlego: estranha, imóvel com canais vermelhos e amarelos radiais que “iluminam” a cabeça transparente. Esta bioluminescente hydrozoária parece saída de um filme de ficção científica e, de acordo com os cientistas, pertence à família Crossota, que, pelo menos até agora, possuia cinco espécies com a característica de não ter, entre os estágios de desenvolvimento, aquele inicial do pólipo.

agua-viva-alienigena

Este tipo de água-viva, de fato, passa a vida inteira em movimento nas águas dos mares e oceanos e é predadora, ou seja, faz emboscadas à pequenos peixes ou mariscos que passam perto dela com os tentáculos compridos e filamentosos que se assemelham a uma teia de aranha. Na umbela, a cabeça arredondada, são visíveis algumasestruturasamarelas, que são as gônadas responsáveis pela função reprodutiva, ligadas em conexão uma com a outra por alguns canais radiais vermelhos.

As fotos são incríveis, porque mostram uma criatura única e fascinante, quase de mentira de tanto que são nítidas as cores que se destacam contra o fundo escuro das águas profundas. Nas próximas semanas a missão exploratória continuará suas incursões nesta área tão mistériosa do Oceano Pacífico em busca de novos organismos viventes e das particularidades deste ecossistema.

fonte:http://www.astoupeiras.com/


Você também vai gostar:

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*