16 sinais de problemas hepáticos e o que fazer para o fígado funcionar normalmente


O fígado é um órgão essencial para o bom funcionamento de todo o corpo. Mas existem muitos problemas no fígado que podem causar sérios transtornos e afetar nossa qualidade de vida.

O fígado é um dos poucos órgãos que tem a capacidade de se recuperar e continuar a funcionar normalmente depois de várias “agressões”.

No entanto, mesmo assim, ao longo dos anos ele sofre um tremendo desgaste que chega a um ponto em que o dano é irreparável

Por isso é importante saber detectar um problema no fígado logo no início, veja como:

1. Ganho de peso por nenhuma razão aparente ou sem explicação.

2. Desequilíbrios hormonais.

3. Acne, pele muito oleosa ou outros problemas de pele.

4. Dor articular ou muscular crônica.

5. Dores de cabeça recorrentes.

6. Ansiedade ou depressão.

7. Cansaço constante.

8. Dificuldade de concentração.

9. Amarelecimento dos olhos e da pele (icterícia).

10. Sono em qualquer hora do dia.

11. Problemas de digestão.

12. Transpiração excessiva.

13. Alterações intestinais, como diarreia, prisão de ventre ou gases.

14. Urina escura.

15. Distensão e dor abdominal aguda.

16. Mau hálito crônico.

problema no figado


Para melhorar a função hepática e evitar problemas no fígado, é essencial incluir alimentos saudáveis na dieta, e incorporar algumas mudanças que podem ajudar a evitar a sobrecarga no trabalho feito pelo órgão:

– Optar por uma dieta saudável e equilibrada, incluindo, nozes e sementes, alimentos fermentados, proteína animal magra, legumes, alimentos integrais, cereais, gorduras saudáveis, etc.

– Beber bastante água de boa qualidade, entre 6 e 8 copos por dia.

– Comer alimentos ricos em fibras, tais como couve, brócolis, acelga, alcachofras, alface, beterraba, cenoura, linhaça, sementes de chia, etc.

– Reduzir o consumo de frutose (leia-se frutas) a 20 ou 25 gramas diárias.

– Não consumir álcool ou reduzir a sua ingestão.

– Consumir diariamente alimentos que são fonte de enxofre, como brócolis, ovos, alho, cebola e couve.

– Aumentar o consumo de folhas verdes , pois elas contêm magnésio, folato, vitamina B e vitamina C.

– Eliminar completamente de sua dieta açúcares refinados.

– Aumentar o consumo de gorduras saudáveis, como o óleo de coco e o de linhaça.

– Eliminar os óleos “inflamatórios” da sua dieta, como canola, milho, soja ou o de girassol não prensado a frio

– Aumentar o consumo de alimentos orgânicos, que não contêm substâncias tóxicas.

– Evite alimentos industrializados como salsichas e outras carnes processadas.


Você também vai gostar:

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*