Muitos lhe chamam do “chá de Deus”, pois ajuda no tratamento da tireoide, lúpus, vertigem, fadiga crônica e artrite



Embora seja verdade, durante anos, os nossos avós utilizaram métodos optativos para cuidar os seus organismos, e raramente tiveram a necessidade de consultar um profissional. Eles aproveitaram as alternativas naturais, e até hoje, eles compartilham seus segredo conosco. Aqueles que tem entre 30 ou mais anos de idade, conheceu um xarope muito popular feito com mel e eucalipto.

A realidade é que nossos avós fizeram isso também com o chá de tomilho, e muitos outros, para fortalecer os seus organismo de forma bastante eficiente apesar do seu gosto particularmente desagradável. Embora no momento, não ouvimos muito sobre essas alternativas naturais, em parte por causa do avanço científico e da fabricação de pílulas, e também em parte porque não estamos acostumados a preparar-las. Desta forma, a medicina natural deixou de possuir popularidade suficiente.

No entanto, isso não significa que as alternativas naturais tenha parado de nos servir, porque suas propriedades continuam presentes como na antiguidade. Algumas pessoas continuam a aproveitar os benefícios que as alternativas naturais oferecem, e depois de conhecer este chá, você também vai começar a prepará-lo.

O tomilho é uma erva culinária usada desde a antiguidade. Além do uso na cozinha, havia também seu uso na médicina, inclusive para casos de envenenamento. O tomilho também era usado para proteger carnes e alimentos da deterioração. O óleo de tomilho, por sua vez, já foi muito usado em curativos antes da invenção dos antibióticos.

É uma erva com dezenas de variedades, sendo a mais conhecida o tomilho francês. Existe também o mel de tomilho, já que abelhas são atraídas pelas flores da planta.


O principal componente do tomilho é o timol, que apresenta propriedades antissépticas. Por este motivo, o óleo de tomilho é comumente usado em enxaguantes bucais e pastas de dentes.

Este composto mata germes e trata infecções na boca, além de proteger os dentes da placa dentária e desgaste.

O timol também mata fungos e por isso é comercialmente adicionado a higienizantes para as mãos e cremes antifúngicos.

Outro componente importante do tomilho é o carvacrol, que age contra as bactérias e apresenta uma variedade de flavonóides, incluindo apigenina, naringenina, luteolina e timonina, responsáveis por aumentar a capacidade antioxidante da erva.

Infusão de Tomilho

A versão do tomilho seco pode ser substituído pelo tomilho fresco na maioria das receitas. Uma colher de chá de folhas secas é equivalente a uma colher de sopa de tomilho fresco picado. Para fins medicinais, ele pode ser comprado na forma de chá, extrato, suplemento ou óleo essencial.

Deve-se ter bastante cuidado com a quantidade de tomilho e de água utilizados para fazer a infusão, pois não é recomendado que ele fique muito concentrado. Então preste bem atenção:

Para fazer uma xícara de chá – Coloque duas colheres de café de tomilho seco numa caneca e cubra com 200ml de água previamente fervida.

Deixe o chá em repouso e beba, se preferir, adoçado com mel.

Para fazer um litro de chá – Em um recipiente coloque um ramo pequeno da erva seca. Despeje um litro de água fervida por cima e deixe o chá descansar por no mínimo dez minutos antes de beber. Se quiser adoçar use mel.

Contraindicações

Mulheres grávidas e lactantes devem evitar o consumo, bem como pessoas com insuficiência cardíaca, gastrite, úlceras e problemas semelhantes no estômago.

Se essa informação lhe foi útil, compartilhe-a com outras pessoas para que elas também possam se beneficiar disso.

As informações e sugestões contidas neste site tem caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamento de profissionais.
CompartilharFacebookGoogle+WhatsAppEmail


Você também vai gostar: